Os escritores que aceleram neste blog

Minha foto
acompanho a F1 desde 1994. por vezes o estranhamento choca e traz interesse. gosto de história desde 2002. bons professores trazem a tona paixões que pareciam subexistir. sou Ridson de Araújo, tenho 21 anos, faço História na Universidade Federal do Ceará.

A Redação

Este blog foi criado no intuito de divulgar, publicizar opiniões caladas e pesquisas que em geral não tem o devido espaço que (acreditamos) merecem. A iniciativa foi de Ridson de Araújo, e agora contará com colaboradores. Cada pessoa que se encontra aqui na redação tem o potencial como várias outras pessoas que tem/não tem internet, de pensar e agir. Duas paixões e duas escolhas: História(s) e Velocidade.

O blog, na verdade: é de todos.

StatCounter


View My Stats

domingo, 27 de setembro de 2009

GP de Cingapura 2009.


E a tão proclamada chuva não apareceu, e o GP de Cingapura apresentou a tradicional fila indiana. Na largada, sempre confusa, alguns toques e esbarrões entre pilotos, mas todos saíram ilesos para completar a primeira volta. Corrida também marcada pelas trapalhadas dos pilotos da Alemanha e pelo grande número de desistências, talvez a maior do ano.



O circuito de Rua de Marina Bay ainda pode melhorar muito nos próximos anos. Os problemas crônicos de ondulações e sujeira foram claros na prova, aliás, um circuito que exige muito dos freios. Romain Grosjean, os quatro carros do grupo Red Bull e Jenson Button apresentaram o problema.



A prova terminou no seu limite de tempo, devido à entrada do Safety-Car causada por ninguém menos que o piloto mais atrapalhado do grid Adrian Sutil. Sim, o alemão da Force India tomou o lugar de Nakajima-San com todas as honras, do posto de afoito e especialista em fazer besteiras. Sutil tentou ultrapassar Alguersuari, rodou e não teve a prudência de esperar os outros pilotos passarem pelo local. Na sua tentativa de voltar rapidamente para a corrida, acertou em cheio a vitima da vez, seu conterrâneo Nick Heidfeld que deve ter ficado irado com o piloto da Force India.



E continuando as trapalhadas dos alemães na corrida noturna, Nico Rosberg deixou escapar um pódio certo, ao perder o controle do carro na saída dos boxes, no seu primeiro pit stop, passando por cima da zebra e da linha branca que limita a saída dos bólidos. Com isso foi punido com um Drive-through indo parar no final do pelotão, pondo um fim no até então, excelente final de semana dele e da Williams.



E o não menos afoito Sebastian Vettel, o alemão da Red Bull excedeu o limite de velocidade nos boxes em seu segundo pit stop. Também pagou um Drive-through, arrebentou o assoalho do carro, perdeu um espelho retrovisor e ainda teve que administrar no final, por problemas nos freios. E finalizou em um surpreendente quarto lugar.



Robert Kubica aproveitou-se do problema dos outros e conseguiu mais um pontinho para a BMW, Heikki Kovalainen está se tornando um verdadeiro sucessor de David Coulthard na McLaren, finalizou em sétimo.



Rubens foi mais comedido na corrida, mas a entrada do Safety-Car prejudicou um pouco sua estratégia, foi sexto. Jenson Button, apesar da má classificação, se deu bem. Largando mais pesado, foi beneficiado pelo Safety-Car e administrou muito bem a corrida e os problemas nos freios no final. Abriu mais um pontinho para seu companheiro da Brawn e já pode consumar o fato no próximo domingo em Suzuka.



Fernando Alonso, autor da melhor volta. Fez uma grande apresentação e provou que realmente anda muito bem no circuito de rua asiático. Primeiro pódio dele e da Renault no ano.



E o Germânico que salvou a pátria em Cingapura foi o surpreendente Timo Glock, que praticamente renovou seu contrato com a Toyota após esse resultado, aliás, o melhor da equipe Japonesa no ano. Glock que já havia conquistado um terceiro lugar na Malásia e agora finalizou em segundo. Só falta vencer!



Desta vez Lewis Hamilton não deixou a vitória escapar. Dominou tranqüilamente toda a prova, simples assim. Agora pode comemorar com sua família, sua namorada e seus convidados do mundo musical que realizaram vários shows nesse final de semana.



Em 2009, parece que Ferrari já deu o que tinha que dá. Kimi em décimo e Fisichella em décimo terceiro. Se bobear, perderá o terceiro lugar no campeonato de construtores para a McLaren.


O resultado da corrida está no post do Ridson, confiram também o texto dele!

3 comentários:

  1. Perderá sim...a Ferrari esqueceu até disso se concentrando ano que vem.

    ResponderExcluir
  2. Essa corrida foi um tédio...
    Pior corrida da temporada, eu acho...

    ResponderExcluir

Este é o momento mais gratificante do blog: a sua opinião e visita; não serão permitidas ofensas pessoais nem preconceitos tolos